C&A comercializa peças de marcas de afroempreendedores

A partir de amanhã (20), os consumidores poderão comprar roupas produzidas por empreendedores negros, participantes do programa Afrolab Moda by Instituto C&A. Serão 530 peças das grifes Santa Resistência, Kioo Moda, Wmayden_brand, Mapa Lingerie, Vista Nove e Jazzngz estarão disponíveis na plataforma on-line. A ação é fruto de um parceria entre o Instituto C&A, braço social da C&A Brasil, e a PretaHub, aceleradora do empreendedorismo negro no Brasil. A iniciativa tem como foco fomentar o empreendedorismo liderado pela população negra na cadeia produtiva da moda, com visibilidade e inclusão digital.

Ao todo, 21 empreendedores negros, indígenas e afro-indígenas foram selecionados entre 379 inscritos para o programa Afrolab Moda by Instituto C&A, que proporcionou aos selecionados uma imersão de sete dias em conteúdos exclusivos relacionados a autoconhecimento, criatividade, negócios, prototipagem e planificação, além de um módulo sobre marketing digital para aprimorar os conhecimentos em ferramentas como Google Classroom, Zoom, LinkedIn, WhatsApp Business, Market Up, Facebook e Instagram Ads.

Os selecionados ainda conquistaram o incentivo financeiro de R$ 4 mil, a inclusão das marcas nos canais de venda da Feira Preta e a divulgação nas redes sociais da Feira Preta e do Instituto C&A. Após a etapa imersiva, as marcas trabalham na criação do Catálogo Afrolab Moda by Instituto C&A, além de participar de atividades com associados voluntários da C&A Brasil.

#abramark #cea #AfrolabModa #InstitutoCeA

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore

Receba notícias em primeira mão

Coloque seu email abaixo

Captcha obrigatório
Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!

Somos contra SPAMs e mensagens não autorizadas