Facebook é investigado na Europa por uso indevido de dados

As autoridades farão a análise para saber se o Facebook explora dados coletados por anunciantes 

O Facebook foi alvo de uma investigação feita pela Comissão Europeia na última sexta-feira (4). A investigação formal tem como objetivo verificar se a rede social quebrou as regras de concorrência do bloco. A suspeita é de que a empresa tenha utilizado os dados coletados de anunciantes para competir com eles em anúncios classificados.

Durante o período de análise, as autoridades pretendem avaliar se a empresa de Mark Zuckerberg está vinculando o serviço de classificados online Facebook Marketplace à rede social. Isso também é considerado uma violação à legislação antitruste da União Europeia.

De acordo com a vice-presidente executiva do órgão regulador, Margrethe Vestager, o Facebook coleta dados de quase três bilhões de pessoas e sete milhões de empresas anunciantes. “Veremos em detalhes se esses dados dão ao Facebook uma vantagem competitiva indevida, em particular no setor de anúncios classificados online”, explicou.

Em declaração à Bloomberg, um porta-voz da rede social afirmou que a empresa está cooperando totalmente com as investigações e demonstrará que elas não têm mérito. “Estamos sempre desenvolvendo novos e melhores serviços para atender à demanda crescente de usuários”, comentou o representante.

 

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore

Receba notícias em primeira mão

Coloque seu email abaixo

Captcha obrigatório
Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!

Somos contra SPAMs e mensagens não autorizadas