ALA

ALA estreia campanha com consumidores reais

O filme é uma homenagem ao público da marca e traz mensagens que reforçam – e exaltam – a cultura nordestina

“Nesse cheirinho cabe muito“. É assim que Ala, marca de lava roupas da Unilever, apresenta sua nova campanha. Gravado com pessoas reais de dentro de suas casas, o filme reforça seu principal atributo: a fragrância.

ALA, que nasceu no Nordeste, tem o “cheirinho” como referência entre os consumidores, e a marca buscou conexões reais para traduzir o que ALA significa para as pessoas. Cuidado, confiança, afetividade e tradição são elementos marcantes entre o lava roupas e o povo nordestino, e a campanha vem reforçar as origens da marca, enaltecendo os nordestinos e saudando a cultura local.

Veiculada no Norte e Nordeste, a campanha é uma criação da agência Mullen Lowe, junto com a produtora Brigitte.

Os filmes de 30′ e 15′ foram filmados à distância, somente com os moradores das casas e com produção extremamente reduzida. Todos os envolvidos seguiram rígidos protocolos de segurança por conta da pandemia, sendo devidamente testados para Covid-19.

“A nossa conexão com a região e nossos consumidores reforça o que trazemos em nossos produtos, que foram pensados especialmente para os hábitos regionais, como fragrância marcante, formato em pó e o hábito de lavagem de roupa em tanquinho e à mão. Essa nova campanha é para homenagear aqueles que fazem a marca ser tão especial, por isso, não tinha melhor forma do que colocar pessoas reais como protagonistas dessa história“, conta Mariana Martins, gerente de marketing de Ala.

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore

Receba notícias em primeira mão

Coloque seu email abaixo

Captcha obrigatório
Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!

Somos contra SPAMs e mensagens não autorizadas