Greenpeace Brasil alerta sobre crise climática no GTA

Para alertar sobre os riscos do agravamento da crise climática e conscientizar sobre a urgência de medidas de prevenção e adaptação nas cidades, o Greenpeace Brasil levou os impactos reais da crise ambiental para dentro do metaverso, no jogo GTA. O mapa alterado será disponibilizado aos usuários entre os dias 22 e 25 de fevereiro no servidor da Kings Roleplay e trará modificações ambientais, sociais e econômicas, além de missões exclusivas com foco socioambiental. A ação conta com uma página que reúne informações sobre a crise ambiental, permite aos usuários doar para a causa e assinar o novo abaixo-assinado da organização, que visa pressionar os governadores estaduais a decretarem emergência climática. A experiência imersiva foi criada pela agência VMLY&R, com o apoio técnico do Greenpeace Brasil.

Los Santos +3ºC, a mais famosa cidade do universo gamer, e seus cidadãos sofrerão com as consequências dos eventos extremos, como áreas inundadas, reservatórios secos, poluição do ar e uma drástica diminuição da fauna e da flora. Além disso, os personagens serão obrigados a usar máscaras, irão cansar mais rápido e terão missões exclusivas, como resgatar refugiados climáticos e transportar água potável.

De acordo com dados do Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas (IPCC), o mundo vive a última janela de oportunidades para uma tomada de ação que promova mudanças urgentes e necessárias para conter a crise do clima. Para o Greenpeace Brasil, o que acontece em Los Santos+3º é um retrato dos impactos que a sociedade já sofre e sofrerá de maneira ainda mais intensa caso ações efetivas não sejam realizadas.

“Não podemos nos esquecer de que é papel dos Estados criar medidas de adaptação e desenvolver ações estruturais de enfrentamento à crise climática, e precisamos pressioná-los para que cumpram seu papel. Com esta versão do jogo, queremos conscientizar os jovens de que é em um mundo como esse que viveremos caso nossos governantes não tomem as providências necessárias com urgência. Por isso, precisamos pressionar para que os estados brasileiros decretem emergência climática e que tragam soluções em constante diálogo com a sociedade civil”, afirma Rodrigo Jesus, porta-voz do Greenpeace Brasil.

“O primeiro passo para engajar as pessoas é fazer com que elas entendam o problema. Los Santos +3ºC vai permitir que o jogador experiencie aquilo que já vem acontecendo em diversas partes do mundo, mas que, muitas vezes, ainda não está diretamente relacionado à crise climática. Esperamos que a relação entre esses dois temas ganhe força com o jogo”, comenta Rafael Pitanguy, CCO da VMLY&R.

Veja:

#Abramark, #GreenPeace, #GTA, #Metaverso, #DecretemEmergênciaClimática

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

A Abramark – Academia Brasileira de Marketing é uma iniciativa e propriedade intelectual do MadiaMundoMarketing, idealizada no final dos anos 1990, institucionalizada em março de 2004 e que tem como missão instituir e disseminar a melhor cultura e práticas da Administração Moderna e de sua ideologia, o Marketing, no ambiente corporativo brasileiro, conforme os ensinamentos de Peter Ferdinand Drucker.

CONTATO

Entre em contato com nosso time clicando em um de nossos canais abaixo:

11 3231-2339

Rua Aracaju, 225 – 9º andar
Higienópolis – São Paulo – SP
CEP 01240-030

NewsLetter

Fique ligado no que acontece no mundo do Marketing e receba em primeira mão, notícias, acontecimentos e muito mais…

Captcha obrigatório
Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!

Direitos reservados © 2021-2022. Em conformidade com a LGPD.

Gestão e desenvolvimento de Projetos Digitais

Pesquisa

Pesquise abaixo conteúdos e matérias dentro da ABRAMARK

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore

Receba notícias em primeira mão

Coloque seu email abaixo

Captcha obrigatório
Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!

Somos contra SPAMs e mensagens não autorizadas