TIM recebe prêmio por promover diversidade e inclusão no setor de tecnologia

Companhia foi a primeira operadora de telecom agraciada com o Diversity in Tech Award, uma iniciativa da GSMA, grupo que reúne empresas do setor no mundo todo

TIM Brasil foi reconhecida pelas suas ações em prol da diversidade e da inclusão dentro e fora da companhia no 2021 Global Mobile Awards. A premiação é realizada pela GSMA, grupo que reúne mais de mil operadoras e empresas do ecossistema móvel em todo o mundo. O anúncio foi feito em cerimônia durante o Mobile World Congress, que acontece em formato híbrido este ano, em Barcelona, na Espanha, e também com ações online.

A categoria, chamada Diversity in Tech Award, homenageia organizações que defendem e promovem a igualdade, a diversidade e os direitos humanos no setor de tecnologia. A organização do prêmio reconheceu a importância de diferentes ações da TIM nesse sentido, destacando algumas como o Teclado Consciente TIM, aplicativo que alerta sobre o uso de palavras e expressões discriminatórias, explica a origem e sugere substituições; o Programa de Estágio inclusivo, com 50% das vagas destinadas a estudantes negros e negras; as ações educativas sobre temas de diversidade e inclusão abertas à sociedade promovidas pelo TIM Convida e TIM Talks; a atuação dos grupos de afinidade, formados por cerca de 500 funcionários; e a adesão aos Princípios de Empoderamento das Mulheres, iniciativa da ONU Mulheres e do Pacto Global das Nações Unidas.

“É uma grande honra receber este reconhecimento internacional, uma comprovação de que é possível aliar os objetivos econômicos da empresa à evolução da sociedade. Seguiremos focados em nosso compromisso com a comunidade e em conduzir o negócio em linha com as melhores práticas ambientais, sociais e de governança”, comemorou o CEO da TIMPietro Labriola.

VP de Recursos Humanos da companhia, Maria Antonietta Russo, também celebrou o reconhecimento e destaca as metas apresentadas no mais recente plano estratégico trienal da empresa. Até 2023, a TIM pretende ter 35% de representatividade feminina em sua liderança e 40% de colaboradores negros. “Estamos focados em ter uma cultura interna sempre mais inclusiva e contribuir para a construção de uma sociedade mais justa. Para isso, temos trabalhado com envolvimento de todos os níveis da companhia e do ecossistema externo. Esse reconhecimento é fruto dessa atuação integrada e mostra que estamos no caminho certo.”, ressalta a executiva.

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore

Receba notícias em primeira mão

Coloque seu email abaixo

Captcha obrigatório
Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!

Somos contra SPAMs e mensagens não autorizadas