Facebook anuncia fim de tratamento especial para políticos

A decisão do Facebook tem ligação com o banimento do ex-presidente dos EUA, Donald Trump, na rede social

A rede social de Mark Zuckerberg, o Facebook, deve anunciar nesta sexta-feira (04) uma mudança em suas regras de moderação de conteúdo em relação aos políticos. A mudança, que poderá impactar de forma global a forma como as autoridades utilizam livremente o Facebook, foi adotada depois que o Oversight Board, o conselho independente de supervisão da empresa, se pronunciou quando ratificou a decisão de suspensão do ex-presidente norte-americano Donald Trump, conforme indicou o The Verge.

De acordo com o comunicado publicado no blog da empresa e assinado por Nick Clegg, vice-presidente de assuntos globais do Facebook, a decisão estabelece um limite de tempo consistente para a suspensão —até agora, não havia um prazo determinado para que o republicano pudesse voltar à plataforma. “Dada a gravidade das circunstâncias que levaram à suspensão do Sr. Trump, acreditamos que suas ações constituíram uma violação grave de nossas regras que merecem a maior penalidade disponível nos novos protocolos”, diz Clegg.

 

Leia também: Por falta de audiência, Trump deleta blog lançado há um mês.

Fim dos privilégios

O Facebook também confirmou a revisão de uma norma que dá a políticos uma espécie de passe livre quando eles violam regras de discurso de ódio da empresa, o que gerava à plataforma acusações de condescendência com os poderosos. A medida é uma resposta à recomendação feita em maio pelo comitê independente que julgou o banimento de Trump.

Historicamente, o Facebook mantém uma lista de contas de políticos que não estão sujeitos a qualquer tipo de moderação na rede. Essa decisão foi duramente criticada por um grupo de funcionários que, em 2019, pediu que essa lista de privilegiados fosse simplesmente dissolvida, conforme o site The Information.

Desde 2016, a rede de Mark Zuckerberg aplica testes a publicações feitas por políticos com o objetivo de comparar o caráter noticioso do conteúdo à sua propensão de causar danos. Agora, o Facebook pretende descartar essa comparação, que muitas vezes dava aos políticos um tratamento diferenciado na plataforma em relação aos outros usuários.

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

A Abramark – Academia Brasileira de Marketing é uma iniciativa e propriedade intelectual do MadiaMundoMarketing, idealizada no final dos anos 1990, institucionalizada em março de 2004 e que tem como missão instituir e disseminar a melhor cultura e práticas da Administração Moderna e de sua ideologia, o Marketing, no ambiente corporativo brasileiro, conforme os ensinamentos de Peter Ferdinand Drucker.

CONTATO

Entre em contato com nosso time clicando em um de nossos canais abaixo:

11 3231-2339

Rua Aracaju, 225 – 9º andar
Higienópolis – São Paulo – SP
CEP 01240-030

NewsLetter

Fique ligado no que acontece no mundo do Marketing e receba em primeira mão, notícias, acontecimentos e muito mais…

Captcha obrigatório
Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!

Direitos reservados © 2021-2022. Em conformidade com a LGPD.

Gestão e desenvolvimento de Projetos Digitais

Pesquisa

Pesquise abaixo conteúdos e matérias dentro da ABRAMARK

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore

Receba notícias em primeira mão

Coloque seu email abaixo

Captcha obrigatório
Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!

Somos contra SPAMs e mensagens não autorizadas